terça-feira, 31 de agosto de 2010

Repensando o blog

Olá moçada

Quanto tempo, não?


Sim, dei uma sumida geral. Nem a Samantha estava conseguindo falar comigo. De fato, nunca fiquei tanto tempo sem entrar na internet.

Do meu último texto pra cá não fiquei exatamente sem sexo, mas também não houve nada de diferente.

Inclusive é por isso que tenho andado ausente. Estive repensando o blog.

Quando criamos esse espaço, eu e a Nick estávamos bem, em sintonia e pensando em situações fora do cotidiano. É isso que eu busco.

Com a saída dela, outras parceiras surgiram mas nenhuma tinha a atividade sexual como prioridade.

Algumas donas foram interessantes, como a Betty, Graça e Consuelo...

Dia desses - coisa de um mês atrás - coloquei no saco todas as que ainda não estavam. Chega de sair com quem não quer aumentar seus limites e testar coisas novas.

Sem uma parceira interessante não voltarei ao mundo do swing, que me agrada bastante. E dar pegas só pra não ficar na mão, nem tem valido tão a pena assim.

Não me entendam mal; as donas não eram ruins, ao contrário. Algumas eram atraentes e bem-humoras. Só que não eram o que eu procuro, no caso, uma parceira 'fixa' para a prática de swing, menage e dogging.

Vamos ver se arrumo uma dona nova com quem valha a pena levar a putaria pra outro nível, experimentar coisas diferentes e, assim, continuar escrevendo aqui textos mais picantes do que só esses papinhos.

PS: Apesar de não estar escrevendo, eu estive de olho nos emails e msn. Até respondi algumas questões mas nada sexual aconteceu.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Táxi

Oies!

Primeiramente peço desculpas pela ausência prolongada.


Nem os papos frequentes com o Bruno têm acontecido. E o Fellipe, q no msn ficava 24h/dia, sumiu na mesma proporção!

Mas acreditem, nesse período não aconteceu nada de mais. Pra vcs terem uma ideia a última vez que saí, foi com o Fellipe e nem chegamos aos 'finalmentes'.

No mais, o Cláudio com o de sempre: sexo trivial e monótono.

Ontem aconteceu algo que está se tornando frequente. Por um erro de estratégia, saí do Setor Militar para a 510 sul e fui pelo Eixo Monumental ao invés de ir pelo Cruzeiro. Tal volta me permitiu mais uma paquera no trânsito.

Ao fazer a curva que sai da pista do QG do exército, fui acompanhada por um siena táxi que fez a manobra quase junto a mim. Parei no sinal vermelho e o siena chegou logo depois.

O passageiro do táxi sorrindo olhou para mim e comentava algo com o taxista. E olhava e sorria. Eu sorri pra ele e disse 'oi'. O sinal abriu e saímos. E o cara continuava olhando.

Eu pensei: 'Esse cara não deve ser de Brasília'. Além do Bruno e do Fellipe, quem eu conheço que anda de táxi em Bsb?

E nisso tive a ideia de jogar o número do meu celular pra ele. Procurei um papel no carro, anotei, (canetas no meu carro, estão sempre à mão) e o taxista tinha me ultrapassado.

Putz, maior engarrafamento e foi difícil alcançá-lo.

Quando finalmente, na frente do MPDFT o alcancei, estendi a mão e emparelhei o carro, o taxista diminuiu e entreguei o papel na mão do Ian.

Pensei que tinha perdido a entrada que eu queria pra ir pra W3 e fui pra faixa da direita e diminuí o que me fez perdê-lo de vista.

Resolvi o que tinha pra fazer e fui pra casa onde mais tarde vi 4 ligações do Ian.

Mandei uma mensagem na última ligação e ele retornou. Conversamos um pouco - o cara mora em Taguá- e ele ficou de ligar hoje.

Na espera agora, pra ver se acontece algo de bom!

Bjos!

PS 1: Nesse tempo de ausência o Tas apareceu, mas nem rolou.

PS 2: O tempo de trabalho aumentou mt e fica bem difícil fazer acontecer as putarias. :/
Textos relacionados com suas imagens