quinta-feira, 28 de maio de 2009

Que merda!!

A lição: nunca vá com sede ao pote!

Hoje tô mal, mas não tô puta da vida ou coisa do tipo...

Tive um sexo de merda. E foi exatamente o que eu proporcionei ao meu parceiro. A merda foi recíproca mas não foi culpa de ninguém.

Eu não tô legal, e o pior... me deu uma carência... isso p/ mim é o fim... preferia estar puta de raiva!

Enfim... Bruuuuuuuuuuno, quero colo.

Eu tava com sede demais. E agora eu nem tô pensando em sexo.

Que merda, hein?

...mas depois passa.

Psico 3

Uma usuária do Orkut tentou esconder uma câmera fotográfica.


Vcs conseguem achá-la?

a) Claro. Olha a câmera ai.
b) Humm... Acho que ela guardou em baixo da cama.
c) Algum mapa do quarto dela?
d) Câmera? Onde??

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Quinta da sorte

Ae


Planejei bem meu dia de amanhã. E a sorte ajudou.

Liguei pra Lu no fim de tarde. Nossa química bateu na hora, mesmo por telefone. Marcamos de "conversar" amanhã à noite.

Mesmo que não role nada... mas tô apostando que vai acontecer algo mais apimentado.

Outro encontro de amanhã será com a Nick - que aliás, tá sumida pacas.

Ela tá pra lá de enrolada com tudo e com todos. Facu, trabalho, grana, família, amigos, religião, preferências, papagaio... Deve ser pura falta.

Conversamos pra matar a saudades e fiquei de pegá-la amanhã depois da aula.

E mesmo que não role nada... hehehe

Amanhã promete!

I´m MORE than a sex machine

Salve!

Passei aki rapidinho pra comentar um lance.

Dia desses deixei uma msg no MSN de uma pessoa muito especial pra mim. Aliás, tinha tempo demais que não nos falávamos.

E agorinha eu vi que ela me respondeu. Melhor! Ainda mandou seu fone.

A Luciana é mais do que sexo pra mim...

Enfim. Daki a pouco eu ligo pra ela e deixo as coisas tomarem seu próprio caminho, sem forçar nada.

Ela é ótima. Nosso sexo é muito intenso. E eu já estou louco pra sentar ao seu lado. E mesmo que não role nada será muito bom.

Um bom beijo dela já vale demais.

...ou vcs acham que eu sou apenas um sex machine?

terça-feira, 26 de maio de 2009

Golpe das gostosas

Atenção!


Não sei quantos de vocês fazem compras no Carrefour, mas esta informação pode ser de grande utilidade.

O fato aconteceu comigo. Assim passo essa informação para avisá-los desse golpe que poderia ter acontecido em qualquer outro supermercado. O lance foi assim:

Duas garotas muito gostosas chegaram perto do meu carro enquanto eu estava guardando minhas compras no porta-malas.

Elas começaram a limpar o parabrisa com esponja e um limpa vidros qualquer, dizendo que é um novo produto e falando aquela lorota de vendedor e tal, das quais elas eram demonstradoras!

Como as donas eram lindas, deixei. Claro!

Os seios delas praticamente pulavam pra fora das camisetas. Impossível não olhar. Manter a atenção então, nem pensar.

Até ofereci uma gorjeta, só que elas não aceitaram. Mas me perguntaram se eu ia passar próximo ao Extra (do outro lado da pista), pois elas iriam para lá.

Eu falei que sim; que não tinha problema em dar a tal carona. Aliás. Quem faria diferente?

Elas entraram no carro, as duas no banco de trás e no caminho começaram a se beijar, se pegar e gemer... rapidinho uma das blusas já tinha ido pro saco. A putaria começou a rolar no carro e em seguida as vagabas começaram a transar.

Que sonho!

Dai, uma delas - vendo minha admiração completa e absoluta - passa para o banco do carona e começa a me proporcionar uma chupada maravilhosa. E nisso a outra me rouba o dinheiro que estava no meu bolso de trás da calça.

Estejam alertas! Pois isso pode perfeitamente acontecer com vocês também!

Já me roubaram na sexta-feira, no sábado, duas vezes no domingo e outra na noite de ontem...

E agora mesmo estou seguindo pra lá, antes que o carrefour feche.

E amanhã eu vou de novo!

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Desafio I - A história

Olá pessoal!

Na Segunda, é dia que eu saio mais cedo e o Caio chega mais tarde. Sabendo disso, eu o esperei chegar no andar abaixo de onde trabalhamos.

Ele ficou surpreso ao me ver e perguntou o que eu estava fazendo ali. Puxei-o pra junto de mim e dei-lhe um beijo. 'Isto' (Explicado o que eu fazia ali).

Como a presença dele na segunda não era obrigatória, saímos e fomos para a casa de um amigo que estava viajando.

Chegando lá, coloquei um filme e conversamos um pouco. Eu sentei ao lado dele e comecei a fazer-lhe uma massagem nas costas.

Descia minhas mãos pelas costas dele enquanto mordiscava e beijava seu pescoço.

Tirei sua camisa e roçava meus seios nele. O beijava todo passando minha língua nele. Estava louca pra tê-lo ali mesmo, mas me contive e o levei para o quarto.

Ele sentou na cama, enquanto eu terminava de tirar toda sua roupa. O empurrei suavemente fazendo deitar, continuei minha massagem em toda sua pele, enquanto beijava cada milímetro daquele corpo.

Desci minha boca pelo seu pescoço, passando minha língua pelo seu peito, barriga, virilha, pernas e depois subindo até encontrar seu pau já rígido esperando pela minha língua.

Terminei minha massagem, aplicando um óleo séve de pimenta pela sua pele macia.

Aprontei a banheira e o levei pra um banho. Pense numa pele macia, depois desse óleo em contato com a água!

Entrei na banheira, sentei no seu colo e ele me penetrou. Fazia suaves movimentos de vai e vem sem deixar de beijar sua boca. Com todo tesão que eu estava foi difícil resistir ao gozo.

Mas ainda era muito cedo pra mim. Depois de alguns minutos brincando na banheira voltamos para a cama, molhados mesmo e eu me deitei segurando sua mão.

Eu o queria em cima de mim. Vamos ver o que ele sabe fazer. Puxei-o para minha direção e deixei o resto com ele querendo ser logo possuída.

Ele veio, pegou minhas coxas, as apertou e me puxou para si. Seu interesse era outro. Ótimo!

Com calma ele foi se chegando e entrando em mim. Devagar como que curtindo cada segundo...

Eu arranhava suas costas de leve para não marcá-lo, mas minha vontade era de usar toda minha força e deixar marcas para ele lembrar de nossa transa.

Logo ele começou a acelerar seus movimentos. Ele não iria aguentar muito mais tempo. Então puxei seu quadril contra meu corpo, rebolando e gemendo.

Ele gozou e eu estava satisfeita... por enquanto!

E o bom de tudo é que essa história está só começando.

Desafio II - Agora é a minha vez

Ae pessoal

A Sam alucinou com o tal do Caio.

Adorei a idéia dela, apesar de que eu, com certeza, teria sido bem mais agressivo com a proposta.

...e pensando nisso, vamos meter bala!

Minha próxima transa a ser descrita aki será algo até simples. Nada de badalação, posições acrobáticas ou algo da pesada. Seja o que for, a dona será fotografada.

Ainda não decidi quem será... Candidatas?

PS: As fotos não serão publicadas aki. Herr... Pelo menos não sem autorização!

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Desafio I

Tenho uma boa idéia para os próximos dias.

Conheci o Caio através da empresa que atuo. Estamos trabalhando em uma licitação e eu sou responsável por repassar alguns dados pra ele.

Na quarta, dia 20, quando ele chegou, comentou que tinha bloqueado meu carro no estacionamento, o que achei ótimo pois sairíamos juntos.

Assim foi, saimos juntos e ficamos conversando mais um tempinho perto dos carros.

Ele é um tesãozinho lindo, de olhos verdes, +/- 1,70m. E imagino que deve ser uma delícia.

Estava muito frio e ele falou que era bom. Eu disse que estar frio é bom, dependia de certas coisas. Acharia bom se ele estivesse coladinho comigo, o que - infelizmente - não era o caso.

Então ele falou que como estávamos no fim da licitação, iria bancar um almoço, uma boate ou algo assim.

Nisso falei que minha mente poluída estava pensado em oooutro esquema. Percebi uma mudança no olhar dele que até então era uma incógnita pra mim.

Como ele não perguntou o que eu havia pensado, falei que ia embora pra postar no blog. Ele ficou curioso e nisso passei o link pra ele. Também mostrei o texto que tinha digitado no serviço, mas ainda não tinha postado por problemas na net, pra que ele dessa uma olhada. E que eu pudesse ver como ele reagira...

O Caio leu e gostou. Dei mais alguns detalhes do blog e falei que ia escrever sobre ele.

É claro que eu tinha que provocá-lo. Daí, disse que teria que rolar alguma coisa primeiro pra poder escrever.

Ele propôs que eu ficasse olhando pra ele e escrevesse algo.

"Só olhando eu não tenho inspiração", respondi pra ele.

Como ele ficou quieto e não me deu nenhuma 'deixa', eu disse que por ser mt criativa faria uma história com ele. Se ele concordasse em colocá-la em prática.

Então eu lancei este desafio ao Caio: Escrever algo bem interessante primeiro para vivenciar depois.

Proposta diferente e inusitada, mas ele aceitou. Que é o que interessa!

Despedi-me dele e já neste momento eu estava morrendo de tanto tesão, pensando no que estava por vir.

...principalmente por aquela boca super gostosa que ele tem.

Aguardem!

Beijos
Sam

Psico 2

Eae pessoal.

Novo teste Psicotécnico-Sexual pra vcs.


Um grupo de arquitetos insiste em dizer que há uma escada no imóvel da cena abaixo. Você concorda com eles?

a) Sim. Todo mundo pode ver a escada.
b) Sim. Mas a luz pode ocultá-la.
c) Não sou um especialista para opinar.
d) Escada? Ainda não vi tal estrutura.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Possibilidades

Olá pessoal.

Comentei esses dias que estava no maior tesão, eu tava subindo pelas paredes mesmo! E não aparecia ninguém nem prá me dar um 'oi'!

E eis que eu estava no MSN e aparecem logo três: um ex, esse sim, cheio de tesão e convites prá bater um papo, leia-se dar uma transadinha rápida!

Falei que não queria nada rapidinho, que eu ia para o trabalho, que nem ia dar tempo de ficar molhadinha e ele disse que faria com que eu ficasse molhadinha lambendo todo meu corpo, que estava me esperando com o pau duro.

E dizendo que era isso que eu sempre quis e tals. Se achando mesmo.

Conclusão: O deixei mesmo com o pau na mão. Rs

O Douglas também deu as caras e ontem, terça-feira, falou que teria um cliente às 17 e depois estaria livre e queria me abraçar e sentir meu corpo.

Conclusão: Nem marquei e não o encontrei.

O terceiro foi o Marquinhos, carinha aí com o qual estou combinando um ménage, cobrando que tinha que ser logo prá não rolar tanto expectativa.

Falei prá ele combinar com o Matt, um gostoso, que conheço há um tempo e me passar o esquema!

Conclusão: Acabei conversando com o Matt, que falou que tinha falado com o Marquinhos que preferia uma sinuca, cinema e ver se rolava a química e que tava com saudades dos nossos papos.

Fiquei com tesão só de relembrar nossas conversas que tinha sempre um "quê" de putaria.

Ou seja, não peguei ninguém e modéstia à parte, porque não quis, mas sabendo que existem possibiliades. E boas possibilidades!!!

Beijos!
Sam

Ps: Este texto foi lido em primeira mão, pelo Caio, lindo e prá variar muito gostoso no qual ando de olho há tempos! Beijo, Caio.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Swing ou algo radical

Fala moçada

Estou precisando de algo diferente pra essa semana.


O ideal pra seria que rolasse um Swing ou algo com mais gente.

...ou então um lance mais barra pesada. Huummm... aliás, ruff sex também cairia muito bem.

Pra dar uma animada, não é?

Não sei se terei tempo, grana ou oportunidade pra isso.

Mas que seria do caralho, isso seria!

PS: Pra quem ainda não sabe nada sobre o que é ruff sex, veja um clipe com uma ceninha leve. É simplesinho mas já dá pra ter uma noção.

domingo, 17 de maio de 2009

Festinha

Oi, pessoal.


Esse fds foi níver da Karina. Acho que o Bruno já comentou aqui sobre ela que é uma amiguinha nossa de looonga data.

O Bruno organizou a festa dela, com muito bom gosto é claro. Mas o que eu não sabia era que quem iria ganhar o presente era EU.

Ajudei na arrumação da casa e na decoração, enquanto o Bruno se ocupava das bebidas e demais preparativos. A festa aliás já foi rolando desde a arrumação, pois a galera mais chegada foi aparecendo mais cedo. E com várias pessoas no local, a bebida e a piscina já foram liberadas.

O Bruno fazia questão de se esbarrar em mim a toda hora e me provocar. Já que ele queria descartar as EXs, melhor prá mim que há mt tempo estou no maior tesão por ele.

A Karina começou a ficar de olho nesses esbarrões e quando percebia ela rapidamente o tirava de perto de mim. Nem pra Nick estar lá para dividirmos o gostoso.

Terminamos de arrumar tudo e fomos prá piscina, esperando mais alguns poucos convidados. Só que a Karina não desgrudava do Bruno. Eu já tava me emputecendo e fui dançar.

Mas nessa minha idéia de ir dançar pra relaxar um pouco talvez não tenha sido um boa idéia... pois no minutinho que me afastei, a Karina, que não é boba nem nada, grudou no Bruno na mesma hora.

É claro que eu estava dançando mas de olho em tudo e em todos. Só que eu não esperava que fosse assim tão de pronto.

Beijos, gemidos e a pegação começou. Eu bem sei que depois que começa a mão boba, pra parar é foda.

Só então eu me dei conta de um detalhe muito importante. O sacana tava beijando a Karina na boca e olhou pra mim. E não foi só uma olhadinha!

O que será que ele queria dizer. Não dava pra ir parar a pegação da "nossa" amiga e ir perguntar.

E eu não sei quanto tempo iria aguentar esperar. Murmurei que queria falar com ele, fiz sinal, chamei o puto disfarçadamente (só que acho que dei a maior bandeira) e o Bruno nada de vir falar comigo.

E o duro é que o tempo foi passando e os pombinhos (filhos da puta!!!) não se desgrudavam.

Quase uma hora depois... acho que foi isso, o Bruno se levantou e foi pegar uma cerveja. Ele passou direto, mas eu fui atrás. Tá pensando o que?

Na cozinha cheguei nele e perguntei se ele não tinha visto meus sinais e tal... e aki é que entra o meu presente.

Ele disse que tinha notado, claro. Mas que pra mim ele queria algo mais calmo e demorado. Sem tempo nem neuras. Comigo seria uma história diferente e com todos os detalhes.

Dai me deu um beijo no cantinho da minha boca e voltou pra outra.

Gente, vcs não sabem o tanto que aquilo mexeu comigo.

A festa foi massa. Até tive um peguete também que nem vi a hora que o Bruno saiu. Mas notei a hora que a Karina voltou com aquela cara de felicidade.

Ela não sabe. Mas quem ficou bem na fita foi eu!

Beijos

1º Psico

Olá pessoal.

Estou apresentando aki no blog o Exame Psicotécino-Sexual.

O objetivo do teste é verificar se sua vida sexual está em dia. Claro que com muito humor.

Estão sem mais enrolação, segue o primeiríssimo.


Essas 2 amigas bi-sexuais asseguram que esconderam um côco na praia. Vc consegue achá-lo?

a) Sim. Eu o acho logo de cara.
b) Sim. Mas eu estou com dificuldade de foco.
c) Não. Eu só vejo melões.
d) Que côco?

PS: Usem os comentários.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Temos um Hooters

Ae cuecas

Chegou a Hooters em Brasília!


Pra quem ainda não conhece a famosa rede de restaurantes (leia-se: bar) Hooters, agora é hora!

A franquia abriu uma loja aki no Plano e merece muito uma visita.

Preços moderados (para o Pier!), boa comida, excelente bebida e garçonetes vestidas, ou melhor, pouco vestidas, a caráter.

Passei lá hoje para conhecer e curti um ótimo happy-hour com amigos de putaria.

E lá só não é nota 10, porque as funcionárias selecionadas não estão a altura da franquia americana (como vemos abaixo).

Mas me disseram que os donos tendem a corrigir essa falha em breve.

Links relacionados:
Brasília: http://www.hootersbrasilia.com/
Brasil: http://www.hootersbrasil.com/

Em inglês
Hooters Internacional: http://www.hooters.com/
Original: http://www.originalhooters.com/
Garotas (hot): http://www.hooters.com/hootersgirl/

terça-feira, 12 de maio de 2009

Descartando Exs

Ae galera.


Dei uma breve pausa nas postagens. Eu tinha que deixar espaço pras meninas aprontarem qq coisa - e escreverem sobre.

Meu fds foi ótimo. Aliás, depois que reclamei aki, minhas putarias tão rolando sempre, e de boa qualidade - salvo a foda com a Graça.

Aliás, foi sobre isso que parei pra falar. Puta merda, como eu estava rodeado de ex!

E pra que serve uma ex?
1) Para dar uma foda;
2) Pra relembrar os velhos tempos;
3) Her... pra dar uma boa foda!

Nesse pensamento, de que ex só serve para sexo sem complicações, e adicionalmente pelo fato filha da puta da semana passada (se vc não leu, veja o final do texto: Foda nota 10, mas agora sem Graça.) decidi cortar as ex sobressalentes.

Assim, foram pro espaço:
* Graça - corte seco e sem dó;
* Cap. Nascimento - estou sem o menor saco de ficar esperando...;
* Betty - ela só se salva se topar ménage ou algo mais agressivo;
* e outras que não apareceram aki no blog. E nem vão mais.

O bom dessa minha atitude é que terei mais tempo pras pessoas que realmente valem à pena!

E é claro, às novidades.

Segue o jogo!

sexta-feira, 8 de maio de 2009

No dentista

Olá, pessoal!


Esses dias, estava transpirando puro tesão, mas sem nenhuma inspiração pra postar, até que eis a oportunidade.

Senti uma fisgadinha no dente, liguei pro meu dentista e a secretária me informou q ele havia viajado, mas que tinha no lugar dele seu sobrinho também dentista!

Já conhecia o Gustavo do hospital, quem conhece o HGeB, sabe q tem uma ala inteira destinada a consultórios de odonto.

Quando fui prá consulta nem lembrei q o Gustavo era um gostoso que me dava umas olhadas gulosas!

A bunda dele era uma delícia, redondinha e cheinha e naquela calça branca então era puro tesão.

Pois bem, chegando no consultório, nem pensava em tesão nem nada, pq tenho um pouquinho de medo de dentistas e prá variar como cheguei mais tarde eu seria a última paciente. Fiquei aguardando, já gelada, qdo ele abriu a porta e falou q era a minha vez.

Ele apertou minha mão, disse q tava gelada e eu expliquei q sempre ficava nervosa no dentista. Ele tentou me relaxar conversando amenidades e tals. Pediu prá eu abrir a boca q ia examinar.

Durante o exame, ele me olhava nos olhos parecendo q nem tava prestando atenção no exame e começou a roçar o braço nos meus seios. Caralho ele era tão discreto q eu não sabia mesmo se ele tava fazendo de propósito ou não.

Eu q prestava atenção no teto comecei a encará- lo fixamente, pensando se eu estava certa e ele tava me bolinando.

Fechei os olhos quando ele ligou o motorzinho irritante e aí q ele se aproximou mesmo fazendo com q suas pernas roçassem junto à cadeira.

Aquele FDP tava me roçando mesmo e todo tesão q tava reprimido, começou a extravasar. Ele percebeu q minha respiração se alterava lentamente e me encoxava ainda mais. Comecei a sentir seu pau duríssimo na minha perna.

Não pensei duas vezes, coloquei minha mão por cima da calça dele e apertava aquela gostosura.

Nessa altura ele já tinha terminado tudo (de tratamento odontológico) que tinha de fazer na minha boca.

Arrancou aquela máscara e falou q eu era muito gostosa e começou a me beijar. Sua língua invadia minha boca e suas mãos percorriam o meu corpo.

As carícias se distribuíram e intensificaram, por todo meu corpo. Fui minuciosamente beijada e me sentindo desejada em cada beijo.

Fui ao delírio quando ele se dedicou a beijar meu clitóris. Aos poucos fui me arreganhando toda para facilitar aquela deliciosa chupada.

Puxei a calça dele e a cueca q tb era branca revelando um pau delicioso, no qual cai de boca.

Caprichamos em cada preliminar e nem precisava, meu corpo estava exigindo sexo. Resolveu brincar comigo e não me deixava gozar, segurando também seu gozo.

Assim ele saia de mim e voltava a me chupar para logo em seguida, já em outra posição, voltar a me penetrar me levando ao limite para mais uma vez parar.

Gozamos juntos e disse que voltaria mais vezes pra uma série de tratamentos!

O que uma cadeira de dentista pode proporcionar em posições, nossa uma variedade!

Bocanegra

Pessoal

Como esse mundo é pequeno.

Há algum tempo, cerca cinco meses p/ ser mais precisa, eu conheci um carinha aí que me chamou atenção.

Fui a uma entrevista de emprego... e o Jonas era o meu entrevistador.

Depois de uns três meses me ligaram, mas eu já estava trabalhando. Ainda assim fiquei tentada pelo convite, e na dúvida, acabei decidindo ir novamente aquela mesma entrevista.

Só que dessa vez eu tava mandando o "foda-se". Porque não importava muito se iria dar certo ou não.

O interessante é que o entrevistador que me chamou atenção da primeira vez, era o mesmo carinha dessa vez.

Cheguei com uns quarenta minutos de atraso a entrevista... Fiz questão de olhar em seus olhos o tempo todo, sem desviar nem um instante.

Meu Deus! Que olhar era aquele? Cheio de muita malícia. E a curtição é que não parecia de propósito. Era tudo muito natural... muito atraente mesmo. Seu sorriso a mesma coisa.

Enfim, terminada a entrevista fui p/ mais um dia normal de trabalho.

Os meses se passaram e ninguém me ligou. Não me deram nenhuma resposta até hoje.

Porém, na noite de ontem fui curti um rock daqueles dos anos 70, 80 e 90; que eu tanto gosto. O local: Bocanegra.

Tô eu lá curtindo o rock e os amigos, quando re repente adivinha quem aparece? Isso mesmo. O próprio.

Ele se aproximou e perguntou se eu o conhecia de algum lugar. Respondi que sim, eu o conhecia, e refresquei sua memoria, fazendo a seguinte afirmação: Vc me dispensou duas vezes.

Ele ficou sem graça e disse que estava com vergonha de mim. E como que quisesse se justificar, ele disse que não era nada pessoal e tal...

- Claro. Eu compreendo.

Dai oi cada um p/ o seu lado. Mas de longe, ficamos trocando olhares. Ainda discretos nessa altura.

Fiquei um pouco cançada e resolvi, subir p/ o segundo ambiente e curtir a música no barzinho.

Acho que naquele momento ele decidiu embora mas antes ele foi ao ambiente que eu estava, se aproximou, pegou em minha mão como quem não quisesse nada, e ficamos abraçados por algum tempo, curtindo o balanço do som.

Não rolou beijo, sexo... nada... mas o clima foi tão, mas tão excitante, que dispensava o resto.

E pelo que parece, essa hitória não vai parar por aí. Trocamos emails e vamos ver no que vai dar.

As perspectivas são grandes.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Mix Perfeito

Eu de novo

Se tem uma coisa que estimula meu tesão, é transar depois de algumas horas de sono.

Acredito que muita gente sente o mesmo, há quem não sinta grande diferença...

Há muuuuuuuito tempo eu não tenho tido o prazer.

Acho que sábado perdi uma boa oportunidade.

Eu deveria ter me atracado ao Bruno e durmido junto.

Seria uma delícia acordar sentindo o Bruno naquele tesão me comendo ainda meio sonolenta.

Dormir e Trepar. Perfeito!!!!

Dormindo no Motel

Ois...

O Bruno e eu tivemos um sábado de passeio um pouquinho de putaria.

Fomos a livraria, ver quais os lançamentos sobre sexo.

Lemos algumas coisas, mas nada de novidade.

Tetamos pegar um cineminha, mas definitivamente não era dia de cineminha.

O Bruno já tinha visto quase todos, e a minha sugestão ele não gostou, além das filas... que estavam dando voltas.

Uma pegada básica no estacionamento do Shopping e próximo destino: Motel ParkWay!

Eu resolvi descolori minhas pernas no motel.

Diferente. Não é o Bruno que gosta de coisas diferentes???

Mas o cheiro da amônia é desconfortável, nesse ponto eu devo concordar com o Bruno.

Quando eu terminei de descolori minhas pertas e voltei e fui até a cama...

O Bruno estava... DORMINDO!!!

Fiquei cerca de uns 3 minutos olhando, para um dos raros momentos em que o Bruno, parecia está indefeso, nas minhas mãos.

Era a chance que eu tinha para amarrá-lo, algemá-lo... ou qualquer coisa do gênero, mas não havia esse acessórios.

Logo ele acordou, e a putaria rolou solta. Com muito sexo e boas chupadas, como sempre.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Foda nota 10, mas agora sem Graça

Eae pessoas?

Escrevi isso ontem ao acabar de chegar do meu compromisso da sexta - com a Graça.


Eu tinha acordado com um tesão filho da puta, com o pau duro, latejando, quase querendo explodir. Eu precisava de sexo. Urgente!

Dai, liguei pra Graça ainda na cama, tentando antecipar nossa putaria. Isso era umas 10 da manhã. E combinamos de sair no início da tarde.

Por volta das 13h eu a pego e toco direto pro motel. Sem conversa nem nada... Ow desespero! Só que no caminho ela pediu pra beber alguma coisa... Fora que eu também ainda não tinha comido nada.

Assim, paramos num quiosque na pista do Gama. Simples mas arrumadinho (leia-se: uma merda!). Blz. Tomamos umas cervas e eu pedi uma porção de fritas pra dar uma aliviada na fome.

Papo de putaria na mesa, tesão foi chegando e uma meia hora depois, agora sim, fomos prum motel.

No caminho, ela já começou a me chupar. Ela chupa bem demais, como já disse. Eu me amarro. Ela adora. Combinação perfeita.

Chegamos no motel. Dessa vez, fui pra um mais simples porque queria ficar a tarde toda fudendo! Então paramos no motel Country, que apesar de simples (e barato) é limpo. Nada demais, nem de menos.

Assim que entramos abri outra cerveja e ela me pediu um copo. Não tinha e fui ligar na recepção solicitando um. E dai mesmo a Graça retomou sua chupada. Nem tentei disfarçar nada ao telefone. Foda-se!

Puta que pariu. Que chupada excelente! Ela quase me fazia perder o controle. Ela ficou numa posição meio estranha, mas eu num tava nem ai. Tava sendo tratado como um Rei. Então decidi curtir. Cheguei perto de gozar... mas era muito cedo pra isso.

Eu gemia sem pudor. Falava pra ela que sua chupada era uma das melhores. Só que tava na hora de fuder.

Mas antes que eu falasse qualquer coisa, ela veio sentar no meu cacete. Massa. Vem cá, vem.

A Graça cavalgava no meu pau e eu ajudava com as mãos para o movimento ser mais amplo. Assim, ela gozou pela primeira vez.

Joguei-a pra baixo, meio que de lado e continuei bombando. Gente, vcs não sacam quanto tesão eu tava. Eu podia fuder por horas. E assim continuamos.

Nos levantamos e fomos trepar de pé. Fui, mas não gosto. Mas tá valendo. Mandei bala em quanto minhas pernas aguentaram.

Senti minhas coxas tremerem e nisso pedi par me sentar. Ela pegou a cadeira pra isso, mas era merda; muito pequena e de ferro. Sem conforto nenhum.

Então sentei na beirada da cama e ela se veio por cima, de costas pra mim. Ela se olhava no espelho e eu guiava seus quadris.

Alguns minutos depois, me estiquei e fiquei deitado. Ela se virou, querendo não deixar meu pau sair de dentro dela. Mas ainda assim saiu. E dai? Ela veio por cima novamente.

Dessa vez, eu ergui mais os quadris dela para que eu fizesse os movimentos. E eu estocava com vontade.

Inclusive, numa dessas, meu pau saiu e entrou direto em seu rabo. Fantástico pra mim. Só que é claro, como o movimento foi brusco e inesperado, tivemos que dar uma pausa de alguns minutos até que ela se recomposse. Trocada a camisinha e passado o "susto" voltamos ao trabalho.

Fui por cima dessa vez, quase num papai-mamãe, só que mais pra cima. A sensação dela é melhor.

Alteranava a velocidade, metendo depressa e depois indo quase parando. Metendo de leve e estocando com força. Aliás, eu estava suando em bicas!

Dai ela pede pra eu meter com força, sem dó. Satisfiz sua vontade até que ela gozasse de novo. E eu me segurava pra não gozar, mas tava foda.

Ela me empurrou pra frente dela, e pediu que eu me masturbasse e gozasse sobre seu corpo.

Maravilha. Comecei a me masturbar e ela também. Ela falava putaria, fazia caras e bocas pra me deixar com mais tesão ainda. E quando eu não me segurava mais, ela pediu que eu metesse nela de novo.

Meti ainda algumas vezes e me acabei na camisinha. Ficamos abraçados um tempinho, curtindo a boa foda, relaxando um pouco e esperando a respiração voltar ao normal.

Satisfeito, fui tomar um banho quente. Até porque já eram 17 e pouquinho. Tava na hora da gente vazar.

E aqui vem a merda!

Eu pedi a conta e disse que pagaria em dinheiro. Eu sempre sei quanta grana em dinheiro eu tenho. Inclusive porque eu tinha pago as cervas no quiosque também em grana. Então tinha certa da quantia que eu tinha.

Mas ao pegar minha carteira pra pagar o motel, eu tinha R$ 50 a menos!

PQP. Não tava acreditando...

Uma dona que já conheço há algum tempo me roubando trocados? Caralho. Se ela tivesse me pedido, eu teria dado ou até emprestado uma quantia maior, conforme o caso.

Eu tinha dito no texto anterior: "Ela transa como uma puta". Mas não imaginei NUNCA que ela agiria como tal.

Ok. Vazamos de lá. Fiz questão de deixar claro que tinha notado. Mas mesmo não falando nada, nem a confrontando diretamente, sei que ela se tocou da merda que fez.

É por isso que eu risquei o nome dela aki no texto.

Mais que isso, com essa decepção FDP que tive com a vagabunda, ela está definitivamente descartada da minha agenda.


Pena mesmo, porque a foda foi 10.

Vivendo e aprendendo.
Textos relacionados com suas imagens