quinta-feira, 30 de abril de 2009

Depois da piscina

Estive lembrando de uma certa vez em que o Bruno, a Paloma e eu ficamos um fim de semana na casa dela.

Uma casa grande, afastada da cidade e com um jardim belo e a sala de frente a piscina.

A Paloma e o Bruno adoram piscina. Eu não muito, mas fui p/ fazer companhia. Coloquei meu meu micro-biquini rosa, a Paloma estava de biquini amarelo verão e o Bruno de sunga preta, que lhe cai muito bem diga-se de passagem.

A Paloma estava curtindo a piscina e eu em lugar mais a sombra apreciava o jardim. O Bruno estava na sala e dava p/ vê-lo de onde estávamos.

Notamos que o Bruno estava se masturbando, sentado no sofá da sala. Então logo eu fiz um sinal com a cabeça, sugerindo que ela saisse da piscina molhada do jeito que estava e fosse até lá.

Fiquei apreciando de longe. Então ela se aproximou dele e de joelhos colocou sua boca naquele pau gostoso, que parecia duro como nunca. Ele segurava em seus cabelos como que guiasse seus movimentos.

Eu já estava toda molhadinha e tb me masturbava enquanto os observava, como uma boa vouyer que sou.

Mas já estava torcendo p/ que ela desse aquela sentada gostosa no pau do Bruno, para apreciá-la cavalgando e gemendo como uma boa puta.

Quando ele parecia prestes a gozar em sua boa, ela se levantou, colocou seu biquini amarelhinho de ladinho, e foi sentando gostoso, e rebolando de costas p/ Bruno enquanto ele acariciava seus seios fartos.

Eu conseguia ver nitidamente, aquele pau gostoso fudendo aquela bucetinha molhadinha de tanto tesão.

Percebi quando, com seu olhar malicioso, ela me chamou p/ participar da brincadeirinha dos dois.

Eu não me contive. Me aproximei dos dois, e então o Bruno a colocou na posição que ele já sabe que eu gosto, p/ fazer parte da putaria.

Ele a deitou no sofá, colocando o bumbum dela encostado no braço do sofá, para que eu conduzisse com minha mão seu pau em direção a sua bucetinha.

Eu fiquei me deliciando com ela de penas abertas p/ cima, e encostando o pau do Bruno em movimentos leves e circulares naquela buceta meladinha.

Já não tava mais aguentando. Tava doida p/ o Bruno me jogar naquele sofá e me fuder todinha na frente da Paloma. Ele leu meus pensamentos, e os pensamentos dela tbm. Estávamos em total sintonia.

O Bruno partiu p/ cima de mim, metendo gostoso, metendo gostoso, metendo gostoso.

E a Paloma, aquela vadia safada, doida p/ ficar rebolando de novo no pau do Bruno.

Depois de revezar entre uma bucetinha e outra, eu e a Paloma resolvemos dividir seu pau entre uma chupada e outra.

Eu não tava aguentando de tanto tesão, sentei de novo, p/ recomeçar a rebolar novamente.

Enquanto eu dava p/ o Bruno, cavalgava, rebolava... morria de tanto tesão, a Paloma estava com sua bucetinha rodando naquela língua gostosa do Bruno.

Eu estava quase no clímax total.

O Bruno me colocou de quatro, deu umas cinco metidas, consecutivas e fortes... Eu já via estrelas. Ohhhhh!!!! que delícia.

Foi perfeito quando ele tirou seu pau de mim, abriu as pernas da Paloma e gozou na superfície da bucetinha dela.

Gente, vc não sabem como isso é bom demais.

Bebedeira

Oi pessoal

Fds e feriado chegando e quem nunca abusou dos drinques que atire uma pedra... de gelo! Rs.

Mas, se vc vira o copo só de vez em quando, que mal há? Saiba, então que a quantidade é mais prejudicial q a frequencia.

Não precisamos abandonar de vez a birita, mas temos q ficar espertas sobre a diferença entre consumo moderado e abusivo. Lembrando que o efeito do drink varia de amiga para amiga, pois depende de peso, altura ente outros. Nada de beber tanto quanto os amigas e principalmente amigos.

Depois da euforia e desinibição inicial, a capacidade de tomar decisões sensatas vai pro espaço. O álcool virou uma desculpa para a socialização. Se vc bebe moderadamente porque gosta de cerva tudo bem, mas se a finalidade é criar coragem para fazer algo que não ousaria, cuidado!

Usar o bom senso, é fundamental. A mulher que bebe além do limite corre mais risco de ser estuprada, fazer sexo sem proteção, sofrer prejuízos financeiros ou acidentes de carro.

Nem sempre é fácil perceber quando a gente anda passando do ponto eis alguns indicadores:
Vc acordou com dor de cabeça, enjoo, boca seca e náusea? Cuidado! Essas são reações que seu corpo envia para avisar que precisa pegar leve na balada.

Remorso depois da festa, arrepender-se de ter dormido com um cara acontece. Mas se isso acontece sempre depois de uma bebedeira, é provável que a birita esteja diminuindo sua capacidade de julgamento.

Se a balada perde a graça sem alguns goles, alerta. Sentir-se bem sob o efeito da bebida é um indício de dependência.

Uma latinha de cerveja tem 147 calorias; uma caipirinha, 360 calorias. E pra piorar a sensação de fome aumenta depois que se bebe.

Então, é bom pensar nisso antes de pedir mais daquela bebidinha inocente na balada, concorda?

Bjos. Sam

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Próximos compromissos

Fala povo
 
Ia escrever esse textinho no twitter, mas achei melhor colocar aki. Até porque lá são somente 140 caracteres.
 
Compromissos de Hoje
Hoje vou prum happy-hour com a Samantha. Enfim marcamos uma saidinha. Saindo até um pouco da minha rotina, não vou planejar nada. Vamos ver o que acontece.
 
Compromissos de Quinta
Tinha uma data que eu não entrava no MSN, dai entrei ontem. Das 200 conversas que tive, uma me chamou a atenção.
 
Um dona - peguete antigo - começou a conversar comigo, aquela história de "vc tá sumido" e tal. Marcamos de almoçar amanhã.
 
Óbvio que será um almoço executivo. Vamos direto prum motel... e ela adorou a idéia.
 
A Daniela é bem descolada. Apesar dela ser bem submissa, com ela não tem tempo ruim. Ainda, ela foi por muito tempo vendedora de lingerie. Dai seu gosto é muito legal e eu espero uma boa surpresa nesse sentido. E apesar dela não ser tão bonita, ela manda bem e tem um corpão.
 
Compromissos de Sexta
Lembram que eu tinha comentado sobre uma putariazinha pro fds? Então??
 
Estou tratando um foda com a dona do texto: troca essa porra! Aliás. A dona é a gostosa Graça (eu ainda não tinha dito o nome dela). E pra melhorar ela adora a minha smirnoff ice e fode como uma puta. Quer melhor?
 
Compromissos de Sábado
Nick, já passou da hora de gente sair, não? E pra fechar a semana com chave de ouro, meu sábado é só seu. Depois do almoço, claro!
 
E mais do que sacanagem, tenho uma programação normal. Que tal cinema, McDonnalds, shopping e outras besteiras do gênero.
 
Huummm... Se não for o caso, sempre temos um plano B, não Nick? Ou seria um plano "S"?? ;)
 
Ah. Pra cada "compromisso" garanto um post com os detalhes. Toooodos os detalhes.
 
Como eu queria que toda semana fosse boa assim!

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Ótimo início de semana

É nóis.
 
Foi só eu reclamar que minha vida sexual tava uma merda, que já entrei semana com o pé direito.
 
Notem que eu reclamei na madruga do sábado, e ontem (domingo) eu já tive uma mudança de ares.
 
Pra começar, dei uma mudada no visual* - pq juntei pedidos ao comentário da Nick - e tive uma excelente foda ontem.
 
Nada de rapidinha sem conversa. Nãooooo!
 
Sai com a Kátia... Beijos molhados e demorados. Muita pegação. Uma chupada de respeito. E uma foda com vontade! Com direito a cama rangendo, barulhos, gemidos e suor. Sim, suor! Isso É IMPORTANTE pra mim.
 
Hoje, recibi um email de uma dona que está visitando Brasília a trabalho e não deixou de entrar em contato. Ela é inteligente, linda e bem-humorada. Melhor que isso, só se ela falar palavrão durante a foda, fizer anal e tiver trazido alguma fantasia sexual ou me pedir um ménage, swing ou algo mais numeroso!
 
Outra. Recebi um ótimo convite para esse final de semana. Até nesta quinta, ficarei sabendo de alguns detalhes que são determinantes para o meu aceite ou não.
 
É... A semana começou bem.
 
PS: Sobre a mudada no visual, vou escrever sobre isso nos próximos dias. Aguardem!

Encontro no escritório

Certa tarde estava no msn e o convite para encontrá-lo surgiu. Promessa de motel mas ele pediu para encontrá-lo no escritório.

Fui lá, num sala comercial da Asa Norte. Só prá vcs terem uma idéia do ambiente, entrei por um corredor que dava acesso a um banheiro, uma pequena cozinha e à sala propriamente dita. uma mesa de escritório e um pequeno sofá no ambiente.

O Douglas me recebeu com um sorriso lindo e me beijou, me abraçou e me apalpou. Foi até a porta, trancando-a e fechando a persiana da janela.

Fomos para o sofá, onde nos livramos rapidamente das roupas. Beijei seu pescoço e fui deslizando minha língua até seu pênis. Nossa! O pênis dele é grosso e gostoso. Pra mim a espessura é mais legal que o tamanho...

Depois ele me pediu pra sentar no colo dele. Pedido prontamente atendido. O movimento de vai e vem tava um pouco limitado por causa do sofá clássico e apertado. Rs

Mudamos a posição ainda no sofá. Fiquei de quatro prá ele, tara que ele já me pedia há um tempo. Ele me segurava pela cintura e no meu cabelo enquanto me penetrava por trás.

Acabamos rolando pro chão... Que falta fez o motel nessa hora. Q merda... Fiquei por baixo dele, enquanto uma das minhas pernas eu apoiava ora no sofá ora em suas costas.

Depois ele encolheu minhas pernas, posiçãozinha meio esquisita mas q dava uma sensação diferente da penetração... Mudamos mais algumas vezes de posição até nos saciarmos e ficarmos apoiados um no outro conversando.

Beijos. Sam

domingo, 26 de abril de 2009

Trepada de merda

Oie

Estou cheio de altos e baixos, sexualmente falando.


No fds passado nada parecia acontecer... Ainda assim tive duas trepadinhas meia boca.

E na quinta e sexta, quando parecia que tudo seria bem interessante e que a putaria iria comer solta... Porra nenhuma.

Pra piorar, hoje até transei. Opa! Como isso pode ser ruim?

É que a trepada foi horrível.

A dona me ligou e marcamos um programa light. Direto prum motelzinho, tipo drive-in, e tivemos uma transa seca, rápida e sem a menor graça.

Uma merda!

Melhor seria ter ficado em casa vendo TV ou jogando vídeo-game.

Afe!

sábado, 25 de abril de 2009

Cheiro Humano

Eaê!!!!

Passei aqui p/ falar um pouco sobre umas leituras que andei fazendo, sobre SEXO, é claro.

O tema da leitura envolve essa coisa de higiene, depilação e coisa e tal.

Descobri um livro cujo título é Zonas Úmidas. A escritora é nada convencional. Na verdade eu não li o livro, apenas a sinopse; que foi o suficiente para pensar em comprá-lo.

Mas o interessante é sua opinião sobre a nova mania da mulherada de ficar totalmente lisinha!

É bem verdade que muitos homens adoram.

Mas o que ela tem falado a respeito é: a depilação está se tornando uma coisa extrema, uma loucura. As mulheres não têm mais pelos pubianos. Parecem menininhas.

Pegar menininhas na verdade é a tara de muitos homens, principalmente dos que passaram dos 45.

O que, para minha experiência de vida, parece uma incoerência. É que os homens mais velhos,(pelo menos todos os que eu peguei), não gostam das raspadinhas. Eles adooooram pelos.

Os na faixa de 30 parecem ser o que menos gostam de pelos, mas é claro que há exceções.

Depilação e higiene tem tudo a ver, no entanto, o que a autora critica é a obsessão pela higiene.

Ela afirma que não entende por que queremos nos livrar do cheiro natural do nosso corpo. Ela afirma que realmente gosta do cheiro das pessoas. Não que ela esteja falando de mau cheiro, como ela mesma explica.

Ela acredita que quando a gente se apaixona por alguém é por causa do cheiro pessoal.

Ela não gosta do que ela define como cheiro industrial.

É inegável que ela não é ortodoxa, mas acredito que alguém que possa estar lendo isso agora, possa, quem sabe, se identificar com isso.

Isso tudo me fez lembrar de dois coroas que eu já peguei. Eles diziam que não sentiam o meu cheiro natural. Nunca entendi se isso era bom ou ruím.

Mas de uma coisa eu tenho certeza, eles adoram meus pelos.

Atualmente estou vivendo uma experiência nova com o Bruno. Estou como as menininhas!

O problema é que ele ainda não teve a oportunidade de me ajudar a estreiar essa novidade com ele.

Geralmente temos nos encontrado (to falando de sexo) em média 15 dias após a visita a depiladora. Então ele não o prazer... Ainda.

Então é isso, o importante é que cada um tem seus gostos e taras.

Não podemos, no entanto, deixar de respeitar o limite do outro. E um "bainho" sempre cai bem. Contudo há quem goste do cheirinho de bacalhau. Fazer o que né?!!

P.S. o nome da autora é Charlotte Roche.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Dia dos convites

Ontem foi um dia esquisito. Talvez pela profunda abstinência sexual de alguns dias!
 
Aliás, nem pra escrever eu tava prestando. Não conseguir nem postar nada no blog.
 
Mas eis que agora estão chuvendo convites!
 
Conversei com a Cap. Nascimento e pré-marcamos um happy-hour pra hj a noite. Mas acho que ela vai furar, pq é normal ela não me ligou até agora...
 
A Samantha é outra que tem muita me dado umas indiretas pra lá de diretas. Só que ela ainda está amadurecendo pra nossa relação. Mas calma que vc terá a sua vez.
 
Ainda tem uma dona das antigas que me mandou email. Aliás, foi uma transa que ficou pra acontecer um tempão e quando rolou foi ótimo. Também acho que não rola sexo com ela. Pelo menos hj.
 
Fora que eu e a Nick estamos precisando de um tempinho, não?
 
...e ainda tenho outras propostas ou interesses que, por incrível que pareça, não posso revelar aki ainda. Há trabalho em progresso e algumas acompanham nosso blog. ;)
 
É. O final de semana promete.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Rapidinha do feriado

Nossa o feriado foi ótimo!

O Bruno me apresentou 2 de seus amiguinhos: o Tarso e a Janaína. A Janaína ainda levou o Michael, lindo! Tesão e tensão...

Eu e o Bruno ainda brincamos de contar putarias. Foi uma história ou tara até a de nº 87. Foi um tesão!!!

Valeu o dia!!!

terça-feira, 21 de abril de 2009

Dogging

Eae galera.


Complementando o texto que a Samanatha escreveu sobre dogging, eis aki minhas considerações.

O conceito que a Sam escreveu está correto. Contudo parece muito a visão inicial do dogging, ainda na Ingleterra - que foram os criadores desta modalidade de putaria.

Mas posso afirmar que o jeitinho brasileiro é muuuito inserido no contexto do dogging aki no Brasil.

Dogging normalmente é feito por casais ou duplas (no caso de sexo homo). Mas já vi mais de 2 pessoas no carro.

Outra. Os locais ao ar livre podem ser considerados de forma mais ampla. O correto seria em locais públicos. Assim, rola dogging em estacionamento de shopping.

A sacanagem não fica restrito ao interior do carro. Capô, porta-mala e até mesmo em cima do carro(!) rolam. É comum sexo ao redor do carro.

Sobre os cuidados

Por aki, não ter contato não funciona nada! Isso é coisa de gringo.

Na prática brazuca, quem faz dogging vai acabar sendo observado. Aliás, doggind e sexo em local público tem algo em comum. Platéia.

E conforme o local, o contato rola sim. Se vc não quer contato, feche as portas e janelas.

Se abriu a janela, fatalmente alguém vai por a mão em algum lugar. E a conversa sempre rola. Eu mesmo já falei com praticantes e também já fui abordado tanto quanto observador como praticante de dogging.

Quanto a polícia. Bem, por Lei, o carro é uma extensão do lar. Assim, dar revistas ou obrigar vcs a sairem é ilegal, salvo em flagrante delito. Só que sexo ao ar livre é crime. No mínino, atentado violento ao pudor.

Assim o contato com as autoridades é, na melhor das hipóteses, constrangedor. Nas minhas quebradas, quando a polícia (qualquer uma) chega, sempre empata a foda.

Geralmente eles sabem muito bem quais são os pontos de putaria e quando eles abordam os praticantes, das duas, uma. Ou eles estão procurando alguma situação específica (via de regra, procurando drogas, usuários e traficantes). Ou eles estão alertando os incautos aos possíveis perigos do sexo ao ar livre.

Nesse caso, tranquilidade total. Seja educado e converse de boa, que no normalmente num dá nada. Agora fique de olho nos que procuram por suborno frente à embaraçosa circunstância.

Sobre as regras básicas

1º, Nunca forçar a situação.
Hum... por aki, eu falaria com um casal que eu tivesse interesse. Mas o respeito é fundamental.

2º, 3º e 4º
Continuam valendo em qualquer lugar.

5º, Seja discreto e faça o mínimo de barulho possível.
Ser discreto é importante. Mas eu dou meus berros. Principalmente a céu aberto.

6º, USE CAMISINHA SEMPRE
Se vc não usa SEMPRE não deveria estar lendo isso. Ou então vc só tem 1 parceira há mais de 5 anos. E ela é 100% fiel.

Locais pra Dogging em Brasília

Agora vamos ao que interessa. Onde rola essa bagaça?

Parque da cidade
Todos os seus estacionamentos rolam dogging durante a semana, entre 20h e 23h. Os de maior movimento são o em cima da 706/7 Sul (hétero) e o do lado do Pavilhão de Exposição (homo).

Pontão do Lago Sul
Entrando no pontão, vire pro lado direito. Carros muito isolado são alvo da segurança. Melhor horário é entre às 21h e 22h. Lembrando que o pontão fecha às 01 da madruga.

Prainha
Área muito utilizada para 'trabalhos' de umbanda e candomblé também é palco pra dogging. Antes da criação do pontão, lá era o canal. Bons tempos aqueles.

Entrequadras da Asa Sul / Norte
Entre as 300/500 e 200/400 há alguns pontos sem ligação, por escolas, correios ou outras estruturas. Nesses pequenos e mal iluminados estacionamentos, sempre rola uma pegação.

Aaahhh. Nas 900 também tem pontos isolados. Principalmente depois do Ceub (910/911 norte).

Claro que ainda tem trocentos pontos nas cidades satélites, mas estes são os meu pontos preferidos e dignos de nota.

Boas transas!

Militar russa

Fala moçada


Tava aki, em outra madrugada em claro, pensando em putaria. Pra variar.

Estive fazendo a lista de coisas - sexuais - a fazer... e lembrei de uma.

Ainda não peguei uma militar!

Não estou falando das PMs da cidade. Putz! Nada a ver. Se for pra rolar quero algo mais looonge.

Fui procurar tal possibilidade na net (de encontros sexuais com milicas), mas é claro, não é algo instantâneo.

Minha militar ideal ela seria russa, alta e magra, loira (quase albina), olhos azuis e flexível como uma ginásta.

Pra ser perfeita, só se viesse já com vodka. ;)

PS: A tempo, se vc quer dar uma olhadinha numa dona militar, segue o link: Military Woman (inclusive com brasileiras!)

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Sexo com platéia

Oies!

O dogging, a moda de transar sob o olhar de curiosos, desembarca por aqui.

Para boa parte dos modernos, foi-se o tempo em que o carro parado servia para esconder a transa. Pelo contrário.

A mais nova mania, lançada na Inglaterra e já com praticantes por aqui, é transar dentro do automóvel, mas com uma animada platéia ao redor. Quanto mais gente, melhor! Conhecida como dogging, a brincadeira erótica é uma mistura de exibicionismo, voyeurismo e swing.

Casais e pessoas sozinhas param seus carros em locais públicos e começam a fazer sexo. Homens ou mulheres desconhecidos vão chegando e ficam à espreita e, conforme decisão do casal (ou da pessoa sozinha), podem chegar e participar ou apenas ficar olhando.

Geralmente feita ao ar livre, sendo mais comum à noite. A “cama”, geralmente, é o banco de carro, mas há quem prefira se exibir no capô ou até mesmo na grama de um parque.

Dogging é sinônimo de passeio com o cachorro e também uma desculpa irônica para sair em busca de aventura.

Lembrando que é preciso cuidado, pois há casos de assaltos e abusos por parte dos voyeurs.

Na Inglaterra, o dogging é bem organizado. Os exibicionistas estacionam o carro em locais apropriados e acendem a luz interna do veículo ou os faróis. É o sinal de que o show vai começar – e a deixa para que a platéia se aproxime.

O público não pode abrir a porta ou tocar nos protagonistas do jogo. A menos que sejam convidados. ;)

Nesse caso, a senha é a abertura das janelas. Tudo o que acontecer dentro do carro daí em diante deve ser combinado antes.

Outra condição é jamais se exibir na frente de quem não faz parte do grupo. Se há crianças por perto, a brincadeira nem começa. Os “passeios com o cachorro” estão ficando cada vez mais quentes.

Regras Básicas sobre o Dogging
A etiqueta básica do dogging parte do princípio que:

1º, Nunca forçar a situação.
Se o casal não deseja brincar, prefirindo ser apenas observado, RESPEITE! Se o casal desejar uma aproximação ele abrirá a janela do veículo ou fará esse ou algum outro sinal de aproximação. E ai sim, a pessoa convidada poderá se aproximar.

2º, Coloque-se no seu devido lugar, sem invadir o lugar do próximo.
Se já existe um casal brincando, deixe que eles brinquem sem serem incomodados! Aglomerações, tumultos e confusão - ao contrário do que se pensa - só espanta os casais e afastam cada vez mais os frequentadores do local, além de atrair a polícia. Espere a sua vez, ou por ser chamado de preferência. Observe de longe para não causar constrangimento!

3º, Nunca siga o veículo do casal.
Diferentemenete do que muitos curiosos acreditam, o casal odeia quando percebe que seu carro esta sendo seguido por um carro de um solteiro! Não existe coisa mais desagradável do que o indivíduo chato e insistente. Se o casal quiser que a pessoa siga o carro, eles (casal) darão algum sinal (luz, pisca alerta, farol) indicando que nessas condições, o casal está de acordo em que a pessoa os siga até um motel ou uma rua próxima para ficarem mais reservados. No mais, não sigam em hipótese alguma o carro de um casal!

4º, Não exagere no exibicionismo.
Se expor faz parte da brincadeira, principalmente no caso dos solteiros. Porém a exposição exagerada, como calças até o joelho, punheta, pau duro pra todos que passarem, etc; acabam queimando o local. Então maneirar na exibição da ferramenta é sempre importante para não se dar bola fora.

5º, Seja discreto e faça o mínimo de barulho possível.
Dogging geralmente é praticado a noite ou na madrugada! Vocês estão lá por diversão, mas quem não participa dessa vida (moradores) estão para descansar e curtir seus lares despreocupados de bagunça e barulho. Se não quiser chamar a atenção de polícia ou moradores que odeiam ver movimento estranho na porta de casa, sejam discretos e presevem o local banindo quem não respeita.

6º, USE SEMPRE CAMISINHA!

As grandes mentiras relacionadas ao dogging
(extraídas de alguns tópicos e comunidades do Orkut)

1º, Dogging é exclusivo para casais.
Dogging é praticado por homens (geralmente na condição de 'singles', os famosos gaviões), casais e acreditem mulheres sozinhas (principalmente mulheres casadas!).

2º, O solteiro deve ficar dentro do próprio carro, esperando o casal chamar.
Quem inventou ou falou isso talvez nunca tenha se perguntado como o casal vai ver se a pessoa interessa. Olhando pro rostinho dele?

3º, Andar com a luz interna do veiculo acessa ou pisca alerta do veiculo ligado para indicar vontade de brincar.
Nada disso é necessário! Portanto, atenção aos detalhes.

4º, Dogging é pra marcar encontros!
No Dogging o interessante é a sensação do desconhecido, do perigo de ver e ser visto! Se você Casal ou a pessoa combinam, isso não deixa de ser dogging. Porém perde-se um pouco a graça da brincadeira. Mesmo assim, se o Casal ficar receoso, sugiro que combinem mesmo via MSN, ORKUT, ICQ ou e-mail, para evitar curiosos ou comentários de quem vai esperando ver alguma coisa e não vê nada.

5º, Dogging só rola em Drive-Ins.
Dogging é feito em locais públicos.

6º, É Necessidade colar adesivo com os dizeres: 'Dogg' no para-brisa do carro.
Não é necessário indicar que vc é praticante ou não de dogging. O que vai mudar um simples adesivo?? Se o casal está rodando no local é porque é praticante, se parar então qual é a dúvida???

Boa diversão.

Só sonho

Olá a todos.

Ando pensando tanto em sacanagem, que até andei tendo sonhos desse gênero. Mas só pensando mesmo. Pq fazer que é bom nada.

Sonhei que estava dirigindo um fiat Idea de uma amiga, Mas lembrem-se que os sonhos nos pregam peças. Pois em primeiro lugar eu nem sei digir. E em segundo o carro dessa amiga, a Monique que estava no sonho também num é um Idea. rs

No caminho encontrei com essa amiga e com uma amiga dela que há tempos eu to querendo que o Bruno dê uma trepada daquelas com ela.

Chegando no carro, ela virou p/ o Bruno e disse:
- Quer transar comigo??

Eu vibrei... pena ser só no sonho!

Enquanto eu dirigia a putaria rolava solta no banco de trás.

A minha amiga nem sei onde estava a essa altura.

Os gritos rolavam solto, e a guria tava explorando o meu Bruno daquele jeito que eu gosto.

Eu não tava mais aguentando só ficar fazendo papel de motorista. Minha amiga apareceu do nada e começou a dirigir.

Dai, eu passei p/ o banco de trás do carro p/ participar da festa foda.

O carro em movimento e nós 3 naquela putaria, nós duas revesando, p/ ver quem pulava mais no pau do Bruno. Pra ver quem chupava mais. Enfim.

O sonho terminou do nada. Estávamos num lugar q eu nunca vi, e com outras pessoas desconhecidas.

...mas que esse sonho podia se realizar, isso podia!

domingo, 19 de abril de 2009

Curta do FDS

Tudo que eu planejei para esse fds deu merda.

Aliás, deu merda ao quadrado!

E já tem 1 semana que tô sem... É. Eu acho que é isso. Ow falta do caralho!

Putz! Tô pegando a 1ª que aparecer pela frente.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Sem sono

Tudo tranquilo?


Minha noite foi uma merda!

Não dormi direito... aliás, quase não dormi. Ainda às 05:40h eu estava acordado.

Devo estar com insônia, até porque isso já aconteceu essa semana.

A saber: A insônia é a sensaçao de sono de má qualidade ou de duraçao insuficiente, resultante da dificuldade em adormecer, dificuldade em permanecer dormindo, acordar demasiado cedo ou ter um sono que nao é reparador.

Computador, blog, internet, putaria, televisão... mas não senti vontade de descansar. E olha que eu gosto de dormir. Putz! Isso vai fuder meu dia.

Achei que iria capotar, mas não. Aki estou eu escrevendo pra vcs. Tá foda.

Pra piorar (ou não!) acordei com um tesão filho-da-puta!

Bater uma não vai adiantar.
Uma chupada não vai adiantar.
Uma rapidinha não vai adiantar.

Então? Tô fudido!

Se eu pudesse escolher um cenário, escolheria uma grávida, entre os 5 e 7 meses, de cabelos longos e lisos... melhor que isso, só mesmo se ela for tarada e boa de cama.

Ahhh. Meu dia vai ser looongo.

PS: Mais cedo eu criei meu Twitter: /brunorochha. Acompanhem!

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Eu, Nick e Edgard

Oies


Não mencionei antes, mas eu e a Nick já dividimos o mesmo ambiente de trabalho.

E além de dividirmos o mesmo equipamento e espaço de trabalho, dividimos também o chefe na cama... ou melhor no escritório da empresa que trabalhávamos!

O lance foi algo mais ou menos assim. Fim de expediente, estávamos conversando e as conversas no trabalho sempre terminavam em sexo.

Dai ficamos nos provocando e o Edgard lançou o desafio:
- Duvido vocês se beijarem na boca.

Começamos a rir e eu falei:
- Fácil. Mas depois vc vai dar conta das duas?

Iuhuuuu!!! [Grito misto de excitação e deboche.]

O Edgard começou a beijar a Nick e revezava me beijando. Caralho!

A temperatura começou a subir e ele deu o veredicto:
- Agora o beijo das duas!

P/ ter aquele gato valia qualquer coisa! Tasquei um selinho na Nick, que começou a rir e explicou q ele não tinha definido o tipo de beijo e por isso teria de dar conta das duas!

Descemos a calça dele e começamos a chupar o cacete dele. As duas!!

Como somos duas gulosas deixei a Nick sozinha nessa difícil missão enquanto ele chupava meus seios alternandos com beijos gostosos!

Depois fomos testar a mesa do chefe. Enquanto ele chupava a Nick que estava sentada na mesa, eu chupava seu pau!

Após esse revezamento de preliminares tava na hora de algo mais carnudo.

Puxei o chefe pra mim, em cima da mesa mesmo e mandei que ele me comesse. A Nick que me desculpe, mas eu precisava dele naquela hora. Ela, aliás, continuo brincando com ele mas eu nem notei muito o que aconteceu. Eu queria era gozar curtindo o chefinho.

O Edgard fez cara de que ia gozar e eu o tirei de mim pra que ele respirasse e não se acabasse ainda.

- Já tá se acabando Ed? Eu ainda tenho muito gás.
- E eu também, disse a Nick!

Demos alguns minutos pra ele se segurar e a Nick precisava da diversão dela. E como castigo ela o colocou sentado em sua cadeira e foi por cima dele. Ela queria controlar o Edgard.

Até porque, se ele gozasse logo ele estaria em maus lençóis, rs.

Alguns minutos depois ela já estava gemendo enquanto eu beijava o Ed. Ainda revezamos a trepada na tal mesa. Mas o Edgard já estava vermelho e não se continha... Ele não iria aguentar por muito mais.

Tirei a camisinha dele e o puxei pelo pau pra cima da Nick pra que ele se acabasse. E ele se acabou mesmo. Nem aguentou chegar perto dele.

Hum. Pra uma rapidinha, até que foi muito bom.

Qto à mim, a nick e o Bruno, bem... Eu ainda quero ser a vouyer nesse trio! Rs

Pompoarismo

Ai pessoal.
 
Por sugestão da Nick vim falar sobre o Pompoarismo.
 
Inicialmente, pensei em vir com algum texto mais técnico. Porra nenhuma! Mas vamos logo ao que interessa.
 
Pompoarismo é uma técnica de origem oriental que se resume basicamente a contrair e relaxar voluntariamente a musculatura pélvica, e principalmente o períneo.
 
Na prática a técnica é uma espécie de musculação íntima. Os movimentos também são conhecidos como os exercícios de Kegel.
 
O pompoarismo intensifica o prazer sexual [inclusive a(o) da(o) parceira(o)] devido ao auto-conhecimento e ao melhor domínio da contração e relaxamento da músculatura pélvica. Além de contribuir no combate à incontinência urinária.
 
No Brasil essa técnica chegou provavelmente na década de 70. Era uma técnica passada de 'boca-a-boca' entre os círculos de swing e de pornografia.
 
Também é conhecida uma história do Velho Mestre, que era um cinquentão que ensinava o pompoar APENAS a jovens (porque será??). As aulas eram geralmente em móteis e no final da aula, adivinha? A aluna transava com o professor "se ela quisesse". Sei...!
 
Hoje, uma das mais conhecidas professoras da arte é a Stella Alves, que detém o endereço na internet: www.pompoarismo.com.br. Apesar dela trabalhar em SP é muito comum dar aulas, cursos e palestras em todo o Brasil.
 
Temos ainda o Ben-Wa. Elas são duas bolinhas, pouco menores e mais pesadas que as de ping-pong, unidas com um cordão bem fino. Podem ser lisas ou texturizadas. Elas são utilizadas nos exercícios após a praticante já ter alguma experiência na técnica.
 
Após certo tempo de treinamento, a bolinha da Ben-Wa é inserida na vagina por um período de cerca de 15 minutos. E esse período vai sendo aumentado gradativamente. E posteriormente deve ser utilizados Ben-Wa com um peso maior.
 
Vibradores também podem ser utilizados durantes os exercícios.
 
Contudo é importante lembrar que as Ben-Wa e vibradores não devem ser utilizadas nas primeiras tentativas. É necessário persistência e algum treino antes. Inicialmente deve-se fortalecer a músculatura com os exercícios mais simples.
 
E ao contrário do que muitos acreditam, essa não é uma técnica exclusivamente feminina! Homens também podem praticar os seus exercícios. E eles funcionam e inclusive auxiliam no tratamento da ejaculação precoce, por exemplo.
 
Para os homens, os exercícios consistem na contração da musculatura peniana. Deve-se tentar erguer o pênis e/ou testículos (sem as mãos, claro). Também são utilizados pequenos pesos para tal.
 
Enfim, apresento alguns exercícios conhecidos do pompoarismo. E o melhor. A maioria podem ser realizados em - quase - qualquer lugar, de roupa e em breves minutos.
 
Exercícios para as mulheres
a) Contração vaginal
Na posição sentada, contraia os músculos vaginais como se houvesse algo dentro, por pelo menos 5 segundos e depois relaxe. Repita 30 vezes.
 
Faça esse mesmo exercício de forma acelerada. Algo como meio segundo contraindo e meio segundo relaxando. Repita 30 vezes.
 
b) Contração anal
Deitada, erga os quadris e contraia o bumbum por pelo menos 5 segundos e depois relaxe. Repita 30 vezes.
 
Faça esse mesmo exercício de forma acelerada. Algo como meio segundo contraindo e meio segundo relaxando. Repita 30 vezes.
 
Repita o mesmo exercício de forma gradual. Contraia de forma leve, de forma moderada e com toda a força possível sem relaxar entre esses tempos. Repita 10 vezes.
 
c) Sucção vaginal
Na posição sentada com as pernas abertas. Insira 1 ou 2 dedos na vagina e aperte-os o máximo que puder por alguns segundos e retire. Repita 10 vezes.
 
Repita o exercício tentando sugar os dedos. Faça o exercício junto com sua respiração. Na hora da contração inspire e prenda o ar. Conte até 5 segundos e solte. Repita 20 vezes.
 
d) Contração do glúteo
De pé (com os pés separados na mesma distância dos ombros). Tente unir as nádegas o máximo que puder sem fechar as pernas. Faça a contração durante 5 segundos e relaxe. Repita 30 vezes.
 
Faça esse mesmo exercício de forma acelerada. Algo como meio segundo contraindo e meio segundo relaxando. Repita 30 vezes.
 
Espero ter contribuido. Melhor vida sexual a todos!

terça-feira, 14 de abril de 2009

Últimas

Fala galera.
 
Tô na correria pra variar. Então passei só pra registrar as últimas novidades.
 
1º. A Samantha já publicou seu texto inicial. Aliás, seja bem vinda.
 
Sacanagem ela ter ido contra uma de minhas regras, mas como ela sempre diz: "Regras existem para serem quebradas". Só quero ver no dia que a mãe dela chegar cedo em casa, hehe.
 
2º. Eu e a Nick estamos com as agendas totalmente pelo avesso.
 
Qdo eu tenho tempo, ela não tem e vice-versa. E pra amenizar planejamos fazer alguma coisa fora do comum nessa semana... Se conseguirmos será muuuito interessante.
 
Tô com saudades [sexuais], viu minha doce?
 
3º. Sabem aquela festa que eu comentei dias desses?
 
Então. A festa Liberty Night bombou e agora ela acontece todas as terças no Paraíso. E olha que eu nem ganho $$$ pela propaganda, hehehe.
 
4ª. Nick e eu tentamos marcar um happy-hour com uma conhecida dela. E até agora não conseguimos.
 
Essa amiga, pelo que ouvi, tem gostado dos nossos textos e eu me interessei em conhecê-la. Inclusive, nesse fds quase deu pra marcarmos mas na hora H - pra variar - algo deu errado. Estou acompanhando de perto essa saída em particular.
 
E finalmente, estou escrevendo alguns textos pra inserir na parte de Conceitos, incluindo alguns que eu já comecei. Entre os assuntos estão Pompoarismo, Menage e Dogging.
 
Ainda nessa semana eu passo aqui com mais novidades.
 
Até
 
PS: Já tem um tempinho, mas estou meeesmo procurando uma festinha (tipo 30 ou 40 pessoas, máx!) de putaria. Sei lá porque...

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Quebrando regras...

Olá!

Sou a Samantha e há muito acompanho as aventuras de Nick e Bruno. Posso até dizer que fui a idealizadora da dupla, já que eu os apresentei... Então nada mais justo que eu compartilhe histórias com vcs!

Falando em regras, gosto de contestá-las um pouco. Começarei então com a primeira regra do Bruno: "Não pegar ninguém perto de casa".

Tenho um vizinho lindo, que conheço há um ano e que sempre quis ficar comigo.

Encontrei o Douglas numa certa tarde e ele me disse "que tava morrendo de vontade de me abraçar". Aí eu falei que estava sozinha em casa, e que se ele quisesse mesmo poderíamos entrar pra ele me dar o tal abraço.

Depois que entramos, mostrei a casa, ele pediu água. Trouxe uma geladérrima pra ele e voltamos à sala. Nos abraçamos e começamos a nos beijar. Uma delícia aquela língua gelada.

Fomos para o sofá, onde ele começou a tentar tirar a minha roupa. Já que ele queria um abraço fiz um pouco de jogo duro.

Ele, desesperado, perguntou se eu não ia deixá-lo tirar minha roupa. E eu respondi que minha mãe estava pra chegar.

O q ele rebateu dizendo q já tinha um tempo q eu tava falando isso... Liguei de fato pra ela e como ela ia demorar, fui tomar um banho rápido (precisava me ajeitar um pouco). Por isso meninas, depilação sempre em dia! Vai q vc encontra um vizinho gostoso e cheio de tesão! Rs.

Saí do banho e levei o Douglas pro quarto. Devidamente vestida, p/ ter o prazer dele tirar minha roupa. Ele deitou na cama e eu fiquei por cima, só de calcinha. Comecei a beijá-lo e descer com minha língua até o pênis dele. Apliquei uma bela chupada, depois subi roçando meus seios no peito dele.

Ele veio prá cima de mim, tirou minha calcinha e começou a me penetrar depois de umas lambidinhas básicas.

Nossa! Nesse momento me arrependi por não ter dado pra ele antes. Que pau gostoso! Bom tamanho, e que espessura! Enquanto ele penetrava, eu puxava seu cabelo e falava o nome dele em cada estocada.

Falar o nome é legal. Se vc ainda não gosta de falar outras putarias esse é um bom começo. Só não vale trocar o nome, viu galera?

Quis logo voltar prá cima prá rebolar mais livremente e mais gostoso. O foda é que ele controlava meus movimentos, pedindo: "Para! para um pouquinho!". Rsrs.

Mas o que ele queria mesmo era me pegar por trás, só q como era a nossa primeira vez, não gosto de liberar demais. Até prá ficar um gostinho de quero mais.

E o q vcs não sabem, é q realmente estava no horário de ir trabalhar. Dei essa desculpa e terminamos a transa com um papai-mamãe super gostoso. Ducha rápida e ele me levou p/ trabalho.

Então? Quebrar a primeira regra do Bruno até q valeu a pena!

Beijos

terça-feira, 7 de abril de 2009

Chamando mais uma pra dupla

Eae pessoal.
 
Tenho uma excelente novidade!
 
Após algumas conversas por email com a Samantha, ela se mostrou com um perfil bem próximo do nosso gosto - nosso no caso, meu e da Nick.
 
Dai, convidei-a pra escrever qq coisa e ela tem me apresentado alguns detalhes muuuito interessantes.
 
Então, o próximo passo lógico foi convidá-la para escrever um texto aki no blog. Inclusive já 'encomendei' um texto dela.
 
Bjo e aguardamos seu primeiro texto de putaria aki no blog.
 
Seja bem vinda Sam!

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Minhas 4 regras

Olá moçada
 
Nesse final de semana estava conversando com uma dona e surgiu um assunto no qual sou meio rígido. Estávamos falando de limites.
 
E sobre os limites tenho 2 abordagens a tratar..
 
A primeira são as minhas preferências sexuais, que não é o caso akiTenho até uma fundamentada teoria, mas isso vale outro texto.
 
A outra é sobre as candidatas pra pegação. E é esse o ponto de hoje.
 
Minhas relações sexuais são resultantes de conversas e preferências no meu círculo de relacionamento.
 
A putaria acontece quando conheço alguém com perfil que me agrada, quando eu saio à caça ou mesmo em situações adversas do dia-a-dia.
 
Mas por mais gostosa ou pervertida que a dona seja eu SEMPRE sigo algumas regras. Minhas regras existem para me impedir de fazer merda. Porque vez por outra rola uma merda, sim.
 
Regra #1
Não pegar ninguém que more perto de minha residência.
 
Regra #2
Não pegar ninguém da minha igreja ou religião.
PS: Sim, houve uma época que o tarado aki era sério e comportado... enfim.
 
Regra #3
Não pegar ninguém na minha escola ou faculdade.
 
Regra #4
Não pegar ninguém no meu trabalho.
 
De protno quero afirmar. Minhas regras não são perfeitas. E são válidas pra mim. Pode ser que não sejam as melhores indicações para vc, mas para o meu perfil elas são importantes.
 
Claro, também já quebrei minhas regras.
 
A primeira quebrei até recentemente. Acho até que comentei aqui no blog.
 
A segunda não quebrei nunca e não vou quebrá-la. Salvo se eu pegar uma dona da religião X sem que eu saiba... Mas também, não estou nada religioso.
 
A terceira até pode ter alguma excessão. Na facu, o mundo muda. Em universidade então, blz. Aliás, transar na facu é massa! Mas do meu curso, não. Essa regra é só pra me fazer estudar. Hummm. Pegar profa gostosa vale.
 
A última é foda. Eu a criei por conta de um relacionamento que foi ótimo enquanto durou mas quase me deu dor de cabeça. E pra evitar, no trabalho não. E transar no ambiente do trabalho também é complicado. Tive uma na escada do trampo também, mas foi uma rapidinha que nem curti direito. Pudera.
 
Essas regras são uma linha guia pra mim. Pode ser que eu crie novas. Até porque a regra 4 foi criada em 1998. Veja vc, já tem +10anos a última adição.
 
Tenha suas próprias regras e tente segui-las. Viver no oba-oba é divertido, mas responsabilidade pode evitar futuros problemas.
 
Vai por mim.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Música de Motel

E aê?

Hoje vamos falar de um assunto que eu particularmente adoro muuuito: Música. Tudo haver com sexo.

Cheguei ao trabalho no mesmo horário de sempre, e percebi que um colega tava cantando uma dessas músicas de dor de cotovelo. Era um som nacional, do gênero sertanejo que até eu não curto muito, mas sejamos cosmopolitas, enfim...

Então começamos a conversar sobre o assunto e descobri que além do sertanejo ele curte flashbacks internacionais dos anos 80 e 90. Adoooooooooro!

Pra quem não notou, são as clássicas músicas de motel. Isso mesmo, música de motel.

A conversa começou a ficar interessante. Ele começou a falar de programas de rádio que somente os fãs desse gênero de músicas conhecem. Relembramos os grandes sucessos, e nada mais.

A conversa parou por aí, mas o interessante é que começou a me dá uma vontade de beijar... essas músicas estimulam meu desejo por beijo; que por sua vez estimulam meu desejo por sexo.

Então liguei para o Bruno como se isso fosse saciar meu desejo por beijo naquele momento. Mas ouvir sua voz, já é muito excitante.

Devido a impossibilidade de algo mais real naquele momento, ele brincou e sugeriu que eu procurasse o meu chefe. Excelente idéia!

Por um lado, pois ele é muito atraente, faz meu tipo, homem com seus mais de 45, inteligente, cheio de charme, mas por outro lado é o chefe.

Mas essa idéia pode ser amadurecida...

Pena que o Bruno não curte música de motel. Seria uma interação a mais entre nós, mas tudo bem. Acho que ele, de repende, pode abrir uma exceção.

Mas que vontade de beijar muuuito, aaahhh, isso deu.

quarta-feira, 1 de abril de 2009

1º de abril

Fala moçada.
 
Hoje é tradicionalmente conhecido como o dia da mentira.
 
E mentira e putaria tem tudo a ver, infelizmente.
 
Principalmente pelos PRÉ-conceitos da sociedade que forçam muitos escondem seus interesses sexuais.
 
Notem que já é comum se ter perfis falsos no orkut ou emails secundários para evitar tornar público as taras e fantasias de cada um.
 
Por exemplo. O nosso blog não usa o nome real de ninguém - até para proteger a identidade das pessoas referenciadas aki.
 
Enfim...
 
Eu até acho que a mentira deveria ser evitada. Pensando como Swinger, o casal (ou parceiros) devem dialogar e conversar sobre preferências, fantasias e experiências. No caso, a cumplicidade - não só sexual - entre ambos é imperativa!
 
Mas sei perfeitamente que é quase impossível não mentir quando o assunto é putaria, E nem serei hipócrita dizendo algo como: "eu nããããão, eu não minto...". Longe disso.
 
Só tenham cuidado. Porque o problema de mentir é que a nossa memória normalmente não é boa o bastante para acompanhar as ramificações do que falamos.
 
Fora isso; boa curtição.
Textos relacionados com suas imagens